Dei para meu melhor amigo

Esse é o meu primeiro conto aqui. Ele é real. Espero que goste, é sobre o dia em que eu dei para meu melhor amigo. Esse amigo, o nome dele é Marcos. Nossos pais se conhecem há muitos anos, e a gente então desde pequenininhos. Cresci com Marcos.

Mas há pouco tempo percebi que eu sentia algo estranho por ele. Esse fato que irei contar aconteceu há 2 semanas. (Só de lembrar o que vou relatar aqui, molhei toda minha calcinha!). Enfim, Marcos é um ano mais velho que eu, e como eu, faz faculdade de direito. Eu estava com dificuldade em uma matéria e então pedi para que ele viesse me ajudar. É claro que eu tinha segundas intenções! Coloquei logo uma sainha branca e uma blusinha branca. Logo que ele chegou, eu já estava toda excitada. Também, aquele moreno gostoso excitaria qualquer uma.

Nos cumprimentamos com um beijo no rosto como sempre e fomos pro meu quarto, é lá que fica meus materiais e minha mesa de estudos. Pegamos o livro e tudo, e logo ele começou a me explicar as coisas. Eu tava louca pra dar um beijo naquela boca gostosa, e até mesmo chupar aquele pau delicioso que eu tinha certeza que ele tinha, porém além da minha mãe estar em casa, Marcos namorava. Por sorte minha, minha mãe bateu na porta do quarto e disse que iria passar na casa da minha tia, levar os presentes de Natal. Pronto, era minha chance. Logo que escutei o portão se fechar. Olhei fixamente pro Marcos. Ele primeiro me fez uma cara confusa, como se não entendesse o que estava acontecendo. Mas como eu continuei encarando-o, ele se aproximou e me beijou minha boca e que beijo gostoso! Me molhei toda de excitação! De leve comecei acariciar seu pau por cima do jeans, e ele começava a endurecer.

Dei para meu melhor amigo

Ele então deslizou as mãos nos meus seios, e ficou alisando o biquinho, e eu estava quase me contorcendo. Descolou a boca da minha e disse: – Mirela o que estamos fazendo? E eu respondi: – Eu quero dar pra você faz tempo. Ele ficou assustado sim, mas extremamente excitado, tenho certeza. Abri o jeans dele, e o pau duro dele e molhado saltou pra fora, devorei-o. Lambia a ponta, dava mordidinhas, e no intervalo de uma boquete e outra batia um pouco de punheta. Ele gemia baixinho e se contorcia. Fiz isso até ele gozar. Ai ele virou pra mim e me disse: ‘Agora é minha vez ‘. Me levou pra cama, levantou minha blusinha e minha sainha, e arrancou minha calcinha. Começou me dando um beijo na boca, que foi descendo, parou nos meus seios, e enquanto chupava um biquinho, alisava e apertava de levinho o outro. Muito gostoso. (Estou toda excitada).

Ele começou, a descer a boca pela minha barriga, e eu percebi que o pau dele já estava ficando duro novamente. Começou a descer a boca, chegou na minha vagina, abriu minhas pernas, e começou a lamber meu grelinho, lambia gostoso, chupava, ia e vinha com a língua. E eu gemia e me contorcia gostoso. Ele então ergueu minhas pernas e enfiou o pau na minha buceta. QUE DELICIA. Ele começou socando devagarzinho, depois começou aumentar, rápido, mais rápido, MUUUITO gostoso, eu gozei gostoso. Já estava com as pernas bambas, e ele me disse: ‘ Mi, quero te comer de quatro. ‘ Fiquei de quatro então e antes de me comer de novo, dava linguadas no meu cuzinho e dava dedadas na minha xoxota.

Enfiou então o cacete e começou a socar forte, dessa vez rápido direto. Socava gostoso, e apertava meus biquinhos do peito, aquilo me deixava louca! Acabou de gozamos gostoso, os dois exaustos e rindo do que tínhamos feito. Meu melhor amigo é realmente um tesão.

Dei para meu melhor amigo
Dei para meu melhor amigo