Casada com tesão me deu

Me chamo Robson, tenho 39 anos e o conto que escreverei a seguir é sobre o dia em que eu comi uma casada com tesão.

Eu trabalho como segurança de um supermercado, sou moreno, alto, forte, modéstia parte chamo a atenção das mulheres, de vez em quando sempre algumas safadinhas dão em cima de mim, mesmo eu estando em serviço.

Aconteceu que um dia uma casada chegou em mim e foi direta ao ponto, disse que tinha fetiche em mim, que sempre me via ali e que se masturbava pensando em mim todos os dias. Eu fiquei lisonjeado mas não podia ficar de conversa com ela ali porque estava em serviço, então passei o meu Whatsapp para ela.

Quando chegou em casa a safada já foi me chamando no Whatsapp e mandando uma foto da buceta dela para mim, dizendo que queria me ver ainda naquele dia, eu fiquei pensando se iria valer a pena por ela ser casada mas teve uma hora que ela mandou um vídeo se masturbando e eu não me aguentei, falei que ia topar, ela disse que ia está sozinha em casa de 19 até as 23 porque seu marido ia jogar bola, então quando eu sai do supermercado já fui direto para lá.

Comi a casada com tesão

Quando cheguei na casa da safada ela estava vestida com um baby-doll bem safadinho, eu já fui lhe beijando e arrancando todas peças da sua roupa. A casada estava com muito tesão em mim mesmo, ela repetia várias vezes: me come, me come, me come, mas eu não fui direto ao ponto, primeiro chupei a buceta dela, chega escorria o liquido dela molhadinha por minha boca.

Só depois de dar um trato nela com a língua que eu lhe comi, coloquei ela de quatro e fiquei empurrando com força enquanto ela gemia e dizia que eu era gostoso.

Após uns 6 minutos penetrando nela de quatro ela começou a dizer:

– Goza na minha bucetinha vai, goza gostoso.

Foi difícil segurar, a vontade era encher ela de porra mas eu não poderia fazer aquilo com uma mulher casada, então quando chegou a hora eu tirei a mandei ela chupar, a safada obedeceu e eu gozei nos peitos dela. Não satisfeita a casada com tesão ficou chupando o meu pau gozado, eu me arrepio todo de lembrar essa cena, ela chupava e me olhava com um olhar de putinha, eu segurei o seu cabelo e após alguns segundos dei um tapa na sua cara e lhe chamei de vadia, ela disse:

– Sou sua vadia.

Deixei ela chupar mais um pouco mas ali o meu pau já estava ficando mole, então paramos, tomamos um banho onde nos beijamos bastante e eu fui para casa.

Desse dia em diante todos os dias essa casada me manda nudes e de vez em quando eu dou uma passada na casa dela para lhe foder.

Casada com tesão me deu
Casada com tesão me deu