O Motorista Com Outro Motorista e Passageiro

Na madrugada de quinta-feira para sexta-feira, eu estava andando pelo rio vermelho, mas estava demorando para encontrar uma uma corrida. Por volta das 3h da manhã, decidi parar o carro na rua do canal e comer até que uma nova corrida aparecesse. como sempre levo alguma coisa pra comer, estava ali parado comendo uma maçã e parou uma toro marrom alaranjada do lado do meu carro, eu vi que tinham dois caras dentro da toro e já fiquei atento, o vidro era fumê, mas dava para ver, um deles desceu do carro e entrou no prédio ali em frente, ele estava com roupa social, era um cara muito bonito, jovem, aparentava ter uns 30 anos, alto, por volta de 1,80m, moreno forte, a camisa social desenhava os seus músculos e a calça azul estava bastante justa, o que deu pra notar um volume admirável. O outro homem que dirigia o carro era coroa, aparentava ter 45/50 anos, era grisalho, barbudo, também usava uma camisa social, mas não podia ver o restante porque ele não havia descendo do carro. Continuei comendo minha maçã e, como eu estava de vidro baixo, notei a minha presença. Ele baixou o vidro e perguntou se eu era uber. Eu respondi e ele continuou conversando, perguntando sobre as corridas e tal. Eu respondi que tinha sido uma ótima noite, mas o movimento diminuiu devido ao horário, então parei para comer e já fui para casa. ele disse que estava indo tomar uma saideira com o amigo que havia subido para pegar a chave do carro e pegar alguns materiais no carro dele, perguntou se eu bebia e eu afirmei mais uma vez. Então, foi enviado o convite para tomar uma cerveja com eles. nisso, o outro cara já estava descendo do prédio, abriu um palio branco que estava parado na porta, pegou alguma coisa e voltou para a toro, ele notou que eu estava conversando com o amigo e me cumprimentou com a cabeça e entrou na toro e então o coroa falou: “estava chamando o brother pra ir tomar uma com a gente, o que você acha?” e o rapaz completou: “é, vamos ali tomar uma cervejinha, para seu carro ali atrás do meu e vem aqui com a gente”. No início, eu tive um pouco de resistência, mas acabei cedendo. Eu estacionei o carro que ele me indicou e me segurei no banco de trás da cabine, ficando na porta atrás do passageiro. Ele cumprimentou ambos com um aperto de mão e partimos juntos. notei uma aliança no dedo do motorista e percebi que a sua calça social, além de bastante volumosa estava com o zíper aberto, porém o botão estava fechado, mas dava para ver o tecido branco da sua cueca. Durante a conversa, descobri que o motorista é casado e o passageiro do banco do passageiro tem uma namorada. Eles trabalham juntos e, às vezes, saem para beber. Eles apreciam fumar um beck e, às vezes, rola de eles se encontrarem em uma boate de swing na beira do rio, já que eles apreciam dividir uma mina. Durante a conversa, percebi que o passageiro tocava na pica do motorista e alisava a pica do seu colega por cima da calça. nesse momento eu já comecei a ficar com tesão e fiquei só presenciando a cena e de repente o passageiro tirou o cinto, e desceu e começou a mamar o motorista, tirou o pau pra fora e começou a fazer o movimento de desde e sobe enquanto o outro gemia, dirigia e olhava para mim pelo retrovisor. nisso, a gente já estava passando do imbuí, na paralela e ele me perguntou se eu teria problema de ir para algum lugar mais reservado pra gente tomar a cervejinha mais a vontade, e eu informei que não, então ele continuou o trajeto sendo mamado pelo cara que não para de chupar aquela rola e eu já estava com o pau explodindo de tanto tesão. Assim que o indivíduo que estava mamando levantou-se, deu um abraço no motorista e levou o braço para trás do banco onde eu estava, pegando minha rola duramente e dizendo para seu colega: “Olha, nosso amigo se animou aqui!”.

Bucetas - Porno Amador - SuperHQ - Hentai - Hentai HQ - Quadrinhos Eróticos - Fotos Porno - HQ Hentai