Cunhada sapeca me deu a buceta

cunhada sapeca

Vou contar uma história um pouco antiga, que aconteceu lá pra 2012, é do dia em que eu fodi minha cunhada sapeca. Na época, eu costumava trabalhar no período da noite e, quando estava saindo do serviço, o relógio já marcava umas 4h da manhã. Durante a madrugada, tudo pode acontecer, principalmente porque eu mesmo já presenciei algumas coisas. No entanto, naquele dia consegui sair mais cedo por causa de um banco de horas.

Quando cheguei em casa, abri a porta devagar pra não assustar meu cachorro, mas quando entrei na sala, acabei me deparando com minha cunhada deitada no meu sofá. Ela era muito gostosa, tinha uma bunda enorme e tinha colocado silicone, então os peitos dela também ficaram bem mais bonitos agora.

Passei por ela, porque fiquei sem entender nada da situação, e segui pra cozinha. Peguei um copo de água e não demorou muito pra que eu escutasse uns passos bem atrás de mim. Quando tentei me virar, minha cunhada sapeca me abraçou por trás e começou a sussurrar no meu ouvido que queria que eu a fodesse do jeito que ela gostava.

Por causa do sono, e também do horário que eu tinha chegado, provavelmente ela acabou me confundindo com o meu irmão. Por causa daquele pequeno comentário, meu pau começou a ficar duro, mas eu pensei em falar a verdade. O problema é que eu conseguia sentir aqueles peitinhos roçando nas minhas costas.

Ela continuou falando coisas no meu ouvido, apertando o corpo no meu pau e descendo a mão pra dentro da minha calça do trabalho. Segurou o meu pau e começou a bater uma, rápido, enquanto gemia no meu ouvido. Ela até brincou, dizendo que eu era um tarado e que já estava doido pra comê-la.

Cunhada sapeca

A verdade é que eu estava mesmo, mas o problema é que minha cunhada achava que eu era meu irmão. Naquela sensação gostosa de ser masturbado por uma mulher linda como aquela, acabei cedendo e fingindo que era o meu irmão. Me virei na mesma hora e comecei a mamar naqueles peitos depois de abaixar a blusa dela.

Ela dizia que eu estava cheio de fogo e eu apenas confirmei. Quando tentei beijá-la, ela se abaixou apenas pra colocar o meu pau pra fora e começar a chupar. Eu me encostei na bancada e fechei os olhos, porque a sensação parecia de outro mundo. Já estava todo arrepiado, doido pra que ela continuasse chupando meu cacete.

Quando senti que poderia gozar a qualquer momento, segurei a minha cunhada sapeca pelo braço e a puxei pra cima. Coloquei ela contra a bancada e abaixei o short. Enfiei meu pau todo de uma vez, porque não aguentava mais aquela ansiedade e vontade louca de foder aquela mulher tão gostosa.

Comecei a meter bem fundo, segurando ela pelo cabelo, com força. Ela pedia por mais enquanto eu metia. Acabei gozando muito dentro da sua buceta e me encostei no ombro dela pra recuperar a respiração. Depois que acabamos, minha cunhada ficou meio mole e cochilou de pé. Arrumei nossas roupas, coloquei ela no sofá e segui pro meu quarto como se nada tivesse acontecido.

Cunhada sapeca me deu a buceta
Cunhada sapeca me deu a buceta
Bucetas - Porno Amador - SuperHQ - Hentai - Hentai HQ - Quadrinhos Eróticos - Fotos Porno - HQ Hentai