Gozei na boca da minha esposa

Meu nome é Eduardo, eu tenho 24 anos e hoje eu quero contar uma história sobre o dia em que realizei um dos meus maiores desejos: gozei na boca da minha esposa. Sempre tive essa vontade, principalmente porque ela é uma mulher deliciosa, morena e muito safada, mas nunca consegui pedir diretamente por algo assim.

Uma vez até tentei chegar no assunto, mas ela dizia que era nojento e que não ia fazer. Só que as coisas começaram a mudar quando eu completei 22 anos. No dia do meu aniversário, minha esposa perguntou o que eu ia querer como presente. Foi aí que aproveitei a oportunidade pra pedir pra gozar na boca dela.

Organizamos tudo e fomos para um motel, só pra não ficar naquela monotonia. Minha esposa estava bem facinha pra mim, dizendo que ia fazer tudo que eu queria por causa do meu aniversário, mas que era pra eu não me acostumar, porque não íamos fazer aquilo sempre.

Disse pra ela ficar tranquila, que a gente só ia fazer de novo se ela gostasse. Ela me deu direito a tudo, a penetração de quatro, de lado, por cima e a famosa posição do papai e mamãe. Foi a foda mais cheia de sentimento e vontade que a gente teve, a única condição era não gozar dentro.

Quis entender o porquê, já que estávamos acostumados a transar e queríamos, em algum momento, ter filhos. Só que a minha esposa falou que havia uma surpresa esperando por mim ali. Eu fui paciente, estava doido pra saber o que ela ia aprontar.

Gozei na boca da minha esposa

Depois de muito tempo de penetração, eu falei pra ela que já estava perto de gozar. Então, a gente se separou e ela me mandou deitar na cama. Obedeci, super ansioso pra saber o que a minha esposa iria fazer com todo aquele controle que tinha sobre mim.

Segurou o meu pau, começando a pagar um boquete delicioso. Descia a língua pras minhas bolas, depois ia pra cabeça e colocava tudo na boca. Era uma delícia, eu já estava sensível e sabia bem que não ia aguentar por muito tempo, mas ela só me pedia pra segurar mais um pouco.

Depois de um dos melhores boquetes que eu já recebi na minha vida, ela começou a me masturbar pela base, segurando com força, mostrando quem é que mandava naquele momento. Estava quase me derretendo, sentindo aquele orgasmo vindo com força.

Quando ela colocou na boca de novo, finalmente pude gozar, sujando aquela boquinha deliciosa. O que minha esposa sempre jurou que nunca ia acontecer, finalmente estava bem ali, diante dos meus olhos. Eu gemi alto, segurando no cabelo dela, vendo que ela estava limpando tudinho com a boca.

Para quem tinha prometido a si mesma que nunca ia engolir porra porque era nojento, até que a minha esposa se saiu bem. Depois daquele dia, ela insistiu pra me fazer mais boquete, porque queria tomar leitinho. Eu, claro, me aproveitei desse desejo novo pra colocar o meu fetiche em prática.

Gozei na boca da minha esposa gostosa
Gozei na boca da minha esposa gostosa