Dei pra dois homens de uma vez só

Meu nome é Juliana, eu tenho 30 anos e dei pra dois. Sou uma mulher que gosta de se cuidar, que vai pra academia, compra cremes caros pra deixar a pele lisinha e, ainda por cima, faço alguns tratamentos estéticos pra deixar a bunda lisinha. Com toda a modéstia, sou muito bonita, tenha 1,70m de altura e meu cabelo é loiro e liso.

Desde muito nova, eu costumo explorar a minha sexualidade. Adoro transar, seja em um local público ou privado. Já tive alguns relacionamentos, mas eles acabaram porque meus companheiros não conseguiam acompanhar o meu ritmo, se é que vocês me entendem. Alguns amigos até me conhecem como pimenta.

Em homenagem a esse apelido que eu gosto tanto, acabei tatuando uma pimenta na minha virilha. Ou seja, só quem tem muito acesso ao meu corpo sabe dessa tatuagem. Semana passada eu decidi que iria fazer uma loucura, algo que eu sempre quis, mas que nenhum homem estava disposto a realizar: eu dei pra dois.

Minha vida sexual andava muito parada e eu decidi que iria movimentar de alguma forma. Por isso, fiz o possível para marcar um encontro com dois amigos meus que topariam a ideia. Arrumamos um lugar super confortável e deixamos o ambiente bem confortável para garantir a melhor foda de nossas vidas.

Dei pra dois

No dia, vesti uma lingerie vermelha bem sexy, com a calcinha enfiada na bunda. Tirei uma foto e mandei pra eles dois, pra já deixar a mercadoria pronta. Coloquei um vestido e saí na rua como se nada estivesse acontecendo. Fiquei muito ansiosa por aquilo e acabei chegando mais cedo no motel.

Lá tinha uma barra de pole dance, o que seria perfeito pro meu showzinho. Quando os meninos chegaram, disse pra sentarem na cama e me assistirem. Fui tirando o vestido bem devagar enquanto rebolava. Já podia ver o pau duro nas calças, doidos pra me comer até não aguentarem mais.

Depois eu tirei meu sutiã, mostrando meus peitos bem durinhos. Joguei na direção deles e logo me sentei no colo de um. O outro veio por trás, apertando a minha bunda enquanto o outro chupava meus biquinhos. Eu já estava louca de tesão.

O que estava por trás desceu a calça e começou a esfregar a cabecinha no meu cuzinho. Já fui me segurando pra aguentar a pressão e deixei ele meter. Quando achei que ia gritar por causa daquele pau rasgando meu buraquinho, fui beijada e senti o outro pau entrar na buceta, com força.

A sensação era maravilhosa. Nunca tinha dado pra dois caras no mesmo dia. Me senti uma mulher completa e realizada. Enquanto um metia por trás, o outro metia na frente. Senti massagearem meu grelinho. Eu gemia alto, bem escandalosa, porque era muito gostoso.

Os meninos acabaram gozando dentro de mim, mas eu gozei antes. Não consegui segurar o tesão. Quando consegui me levantar, estava pingando porra. Tiramos uma foto na frente do espelho pra ficar de recordação. Disse pra eles que, quando a carência batesse, íamos marcar outro encontro daqueles.

Dei pra dois homens de uma vez só
Dei pra dois homens de uma vez só